Primeiras Impressões: Brave 10

Um segundo Sengoku Basara? De jeito nenhum. Mas isso não é algo bom, na verdade.

Brave 10 é um mangá de Kairi Shimotsuki, publicado na revista mensal Comic Flapper e possui oito volumes. Além disso, é publicado aqui no Brasil pela Panini Comics.  Uma continuação intitulada Brave 10 S está em publicação atualmente. O anime tem a direção de Kiyoko Sayama (Vampire Knight, Skip Beat) e terá 12 episódios.

A história é: uma sacerdotiza de cabelos azuis chamada Inami está sendo perseguida quando esbarra em um guerreiro com ar cool e de cabelos negros que mal dá bola para ela. Depois de uma lutinha básica, Inami acaba pagando um lamen para o guerreiro, que revela seu nome: Saizo. Os dois tem uma empatia e ele aceita leva-la até o grande senhor Sanada Yukimura. Ao chegarem lá, a sacerdotisa conta sua história triste e para surpresa geral, Yukimura não dá a mínima e recusa ajudar a garota, deixando apenas que ela dormisse aquela noite em sua mansão. Mesmo assim, Saizo parte em sua jornada solitária. MAS ele acaba sendo seguido por Inami, acontece uma luta, ela revela um poder vindo de sua tiara onde uma bola negra consome tudo ao seu redor. Claro que o nosso herói cool sobreviveu. Yukimura salvou todo mundo e no final, para derrotar seu inimigo (Date Masamune, dã) irá reunir 10 herois.

A primeira vista, Brave 10 parece aquele anime onde terá muito ação, muito apelo para fujoshis e um pouquinho de romance. Tudo bem que os personagens são clichês ambulantes (e não conseguem fugir deles, ao contrario do que ocorreu em Inu X Boku SS) e podem irritar muita gente. O protagonista Saizou é dublado pelo maravilhoso, lindo, perfeito, Daisuke Ono. Mas isso não salva o personagem de ser o seu típico tsundere cool. Se bem que esse clichê eu gosto… Já a da sacerdotisa besta com poder fodão mas precisa ser salva por um cara é bem irritante. Muito, na verdade. Então, em personagens, ponto negativo para Brave 10.

Animação então está o seu médio para shounens que irão virar hit. Não está bonita, incrível, e nem está horrível, digno de pena. Mas podia estar melhor. Já a direção está também mediana, se bem que não esperava nada nesse quesito. Outro ponto é: não duvido que, depois do anime, o mangá de Brave 10 começe a vender bastante. Vai ser igual a Ao no Exorcist: povinho otakinho loco por causa de ser shounen e fica falando que o anime é o melhor da temporada/ano.

Se compararmos Sengoku Basara com Brave 10, o primeiro ganha em tudo. Personagens, animação, entretenimento ao assistir, música. Mas Brave 10 não é tão exagerado como Sengoku, o que algumas pessoas podem gostar  – e muito. No meu caso, não, pois a graça de Sengoku é justamente o exagero, é o que torna um entretenimento tão bom. Brave 10 não me entreteu. Várias vezes pausei o anime para fazer outra coisa, o que, para mim, não é nada bom.

Brave 10 não foi a melhor estréia da temporada, é bem “normalfag” comparado com Sengoku Basara e não me impressionou nem um pouco. Vai ser daqueles que, depois de três episódios, eu talvez esqueça de assistir. Mas quem gosta de shounen, aproveite, esse anime é para ti.

Ah, única coisa boa no anime: Saizou. E tá, o “romance” dele com a Inami pode ficar bom. Espero.

Abertura: Poderia ter sido melhor, mas gostei

Encerramento: POR QUE TÃO AGUDO?

Nota: 6.5/10

COOL GUYS DON'T LOOK AT EXPLOSIONS
Anúncios

Publicado por

Rah Walker

Aspirante a escritora, blogueira nas horas vagas, amante dos livros, anime, mangá, patinação e animação no geral.

10 thoughts on “Primeiras Impressões: Brave 10”

  1. COL GUYS DON’T LOOK AT EXPLOSIONS – RI LITROS

    desculpe Brave 10, mas depois DISSO [http://2.bp.blogspot.com/-LjHT-LhWNio/TaOSfsDiJAI/AAAAAAAAAEw/gf0ig-O7ghw/s1600/Sengoku-Basara-Sanada-Yukimura-Date-Masamune-OP.jpg] Shonen de Japão antigo nunca mais terão graça.

  2. Acho que essa de comparar anime x com anime y é bobagem. Brave 10 é médio, bem médio. Mediano em tudo, animação, trilha sonora, personagens e história.

  3. em um gênero que por mais clichê que seja ele agrada pela ação e quem saber batalhas interessantes, este inicio de temporada tem uma carência deste gênero então acho que Brave 10 ganha algum destaque por ser quase exclusivo (em ter uma boa matança e etc) eu quando vi ele fiz uma comparação mais Direta (BASILISK) em vez de Sengoku. por causa dos clãs citados… ( Kouga x Iga)… mas por algum motivo ainda estou desconfiado se ele não vai matar personagens importantes como fez Basilisk.

  4. Pelo que eu vi, Brave 10 é só mediano, e como sou preguiçoso e gosto pouco de shounen, não irei assistir. Só ficarei com Kill me Baby porque é a primeira comédia que assisto, e Another porque gosto de drama e terror.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s