Deadman Wonderland – 04 & 05

E com esses episódios – especialmente o 5 – Deadman Wonderland mostra para que veio.

O episódio 4 fechou com uma cena terrivel: Genta sendo obrigado (primeira imagem) a assistir um vídeo horrivel onde era explicado o que era o Corpse Carnival. Eram pessoas morrendo de modo brutal. Ainda nesse episódio, houve uma cena de comédia engraçada: Crow ficou vermelho e nervoso ao Shiro deitar em cima dele, com os peitos batendo na cara dele.

Mas foi o epísódio 5 que marcou. O Jogo de Penalidade me fez sentir algo que não sentia desde RAINBOW: eu tive que virar o rosto e senti ansia.
Shiro foi outra que merece destaque nesse episódio: o que foi aquela cena final e aquele sorriso? Sério, ela é muito bizarra.

Classificação do episódio 4: *** (Excelente)
Classificação do episódio 5: **** (Ótimo)

Anúncios

Steins;Gate – 07

Whoa.
Esse episódio de Steins;Gate…foi…
Muito bom.
Eu estava desanimada com esse anime, devo admitir, mas esse episódio, assim como o 17 de GOSICK fez comigo, reacendeu minha vontade de ver o anime.
A cena de Okarin viajando no tempo foi incrível. A reação dele ao ver que havia dado certo o experimento foi tensa. Coloquei-me no lugar dele naquele momento e percebi que também ficaria daquele modo. O método da Ajudante para ver se Okarin tinha sido vitima de lavagem cerebral só fez aumentar minhas expectativas de que ela tem algo haver com John Titor, que ela provavelmente veio do futuro e muitas outras coisas. Porém, foi na cena final que a coisa ficou foda. A última mensagem de John  Titor para Okarin foi…Tensa demais. (sim, sem spoilers. Vá ver o episódio!)
Classificação: **** (Ótimo)

Hapi Mari – 16 e 17

Minha felicidade foi imensa ao ler esses dois capítulos lançados em sequencia de Hapi Mari. Sem sombras de dúvidas, junto com o 15, estes foram os melhores capítulos do mangá.
Hokuto e Chiwa agora são realmente marido e mulher. A doçura dele na primeira noite de amor do casal foi surreal. Eu até achei que não era ele! No capítulo 17, é mostrado como a vida de marido e mulher não é tão facil quando se há cíumes, algo já mostrado antes do mangá, mas neste capitulo, é de forma totalmente diferente.
Agora, quanto tempo será que terei que esperar para ler o 18 e o 19? Espero que pouco!
Classificação do Capítulo 16: **** (Maravilhoso)
Classificação do Capítulo 17: **** (Ótimo)

Detective Conan & Ouran Host Club ganham séries Live-Action

Não é nenhuma surpresa essa nóticia, e eu até achava estranho não ter sido mais cedo, mas foi anunciado na edição dessa semana da Shounen Sunday (onde é publicado também Hayate no Godoku!!) que Detective Conan, famosa série e provavelmente a maior fonte de lucro da revista, ganhará uma série live-action esse ano, depois de dois especiais que fizeram muito sucesso. Eu sempre achei que Detective Conan daria uma boa série em live-action, era apenas questão de tempo para ter uma. Alguém dúvida que irei assistir?

Já a outra nóticia – um tanto velha – é que um dos meus shoujos favoritos e recém finalizado no Japão também ganhará uma série live-action esse ano. Ouran High School Host Club! Eu ainda acho um pouco…esquisito ter uma série live-action, mas quem sabe eles conseguem fazer algo bom?

Review: Detective Conan Filme 14: The Lost Ship in The Sky – 89/100

Detective Conan: The Lost Ship in the Sky é o décimo quarto filme da franquia Detective Conan. Lançado em 17 de Abril de 2010, na Golden Week, o filme arrecadou a incrivel – porém comum para a série – marca de 3,19 bilhões de Ienes, sendo o quarto filme da série com maior bilheteria, perdendo para Crossroad in the Anciant Capital (terceiro lugar), The Phantom of Baker Street (segundo lugar) e The Raver Chaser (primeiro lugar), levando novamente de crianças a idosos ao cinemas.
Desta vez, o filme tem como personagem central o segundo ladrão mais famoso do mundo anime, Kaitou Kid. (ele perde para Lupin III, claro) Curiosamente, em uma recente pesquisa popular, foi revelado que o personagem é o favorito dos fãs, ganhando até do personagem principal, Shinichi Kudo! (ficou em segundo lugar) Partircularmente, eu concordo. Gosto muito mais do Kaitou Kid do que do Shinichi. Só pelo filme ter o ladrão como personagem central, já era garantido o sucesso na bilheteria.
Resuminho: Kaitou Kid está de olho na “Lady Sky”, jóia a bordo do Bell 3, a maior aeronave do mundo. No entanto, um misterioso grupo terrorista chamado Red Shamuneko [Gato Vermelho Siemes] seqüestrou a aeronave, juntamente com Ran, Sonoko, Detective Boys, Kogoro e Conan.
Na minha opinião, The Lost Ship in the Sky é sem sombras de dúvidas, o segundo melhor filme de Detective Conan. Com ótimas cenas de ação, um romance inesperado (?) entre Ran e Kaitou Kid, entre outras situações muito boas. Claro, também há para as fãs de Kaitou Kid, as várias cenas onde ele aparece. Novamente, assim como falei na review de Crossroad in the Anciant Capital, (ver AQUI) este filme é um prato cheio para fãs da série. O orçamento parece um pouco maior do que os filmes anteriores, explicando as cenas muito bem feitas, como a de Conan fugindo dos ladrões (minha cena favorita do filme, por acaso) ou os usos casuais de CG. Todos os personagens que gosto apareceram no filme – Sim, até Heiji Hattori apareceu!

Este filme é uma boa pedida caso você esteja interessado em ver algo com ação, aventura, comédia, romance e mistério, tudo que Detective Conan consegue balancear muito bem. Eu recomendo muito.

Detective Conan Filme 14: The Lost Ship in the Sky (O Návio Perdido no Céu)

Personagens: 9.5/10
História: 10/10
Ambiente/Cenário da História: 9.5/10
Música: 9.5/10
Valores de Produção: 9.5/10
Nota: 89/100
[Muito Bom]

Ao no Exorcist – 05

Mais um personagem secundário é apresentado em Ao no Exorcist: Bon, o aposto (ou deveria dizer totalmente igual?) de Rin. Seja pela ilustração de que Rin é o tigre e o Bon, o dragão, os dois irão preencher uma lacuna óbvia em todo o shounen: inimigo no começo —> melhor amigo depois (?)

A maioria do episódio foi comédia: Rin dormindo na sala, tendo um sonho pra lá de zuado, onde ele é o herói e consegue o respeito de todos – amor também pelo lado da Shiemi – além de uma boa carne; As brigas de Rin e Bon; Yukio entregando as provas para todos, entre outras cenas.

Uma cena que dou destaque é o flashback de Bon, algo que não existe no mangá. Foi uma cena muito bem feita e dou mais créditos ao diretor por isso.

Algo que não gostei foi a resposta de Rin para Bon quando o rival perguntou se Shiemi era sua amiga. Foi tão shounen, mais tão cliché, que fiquei decepcionada.

Proxímo episódio será um filler, mas parece que será até que criativo…É esperar pra ver.

Classificação: *** (Excelente)

Kaichou wa Maid-sama! – 60

Ah, como é bom ler um capítulo novo de Kaichou depois de um mês do anterior ter sido lançado.
Com direito a capa colorida em comemoração aos 60 capítulos lançados mensalmente na revista Lala. Com isso, Kaichou wa Maid-sama completa 5 anos de vida, o que é algo um tanto raro (ou não) para os shoujos de hoje.

Falando do capítulo em si, a turma toda foi para Kyoto em uma viajem, prometendo altas comédias, revelações e cenas romanticas, claro. Não se esqueçam que finalente Misaki e Usui viraram namorados! Porém, nem tudo são flores. Misaki, como uma perfeita presidente do conselho estudantil, está escondendo sua relação com Usui para o resto do colégio. E Usui está começando (do modo dele, observe) a ficar incomodado com isso.

Hinata descobre sobre a relação de sua amada e de seu rival. Mas não pense que ele desiste! Muito pelo contrario, agora, ele está ainda mais motivado a separar esses dois e ficar com a Misaki. Será que ele nunca vai desistir?

Deixo destaque neste capítulo a cena final entre Usui e Misaki, Yukimura vestido de mulher (de novo) e todas as garotas do colégio vestidas com belos quimonos, incluindo Misaki!

Proxímo capítulo só mês que vem…Bem que a LaLa podia ser semanal como a Shounen Sunday (Onde é publicado Detective Conan e Hayate no Gotoku!)

Classificação: ** (Bom)